O Conde Saint Germain nasceu naTransilvânia (actual Roménia) no dia 28 de Maio de 1696, foi uma das figuras mais misteriosas do século XVIII, foi místico, alquimista, cortesão, aventureiro, cientista, músico e compositor e lapidador de diamantes. Várias organizações místicas o adoptaram como figura modelo. Segundo relatos antigos, era imortal pois possuía o elixir da juventude e a pedra filosofal. Saint Germain sempre ocultou a sua origem familiar, por isso levantaram-se variadas hipóteses sobre sua filiação, a mais aceitável afirma que Saint Germain é filho de Francis II Rákóczi, príncipe da região da Romênia. Saint Germain estudou na Itália, e foi o protegido do  Grão-duque Gian Gastone, o último descendente dos Médici. As primeiras aparições de Saint Germain foram em 1743, em Londres, e 1745 em Edimburgo, durante esse tempo, conheceu Jean-Jacques Rousseau, que declarou o Conde como a pessoa  mais fascinante e enigmática que conheceu. Esteve nos Países Baixos e em São Petersburgo, na Rússia, quando o exército russo colocou Catarina a Grande no trono. Desapareceu por onze anos, e reapareceu em 1774, na Baviera, com o nome de Conde Tsarogy. 

Saint Germain morreu no dia 27 de Fevereiro de 1784. Várias lendas surgiram em torno do Conde de St. Germain, relatos afirmam que o Conde uma imagem imutável, pois sempre aparentava ter por volta de 45 anos. 
Algumas sociedades místicas afirmam que Saint Germain reencarnou várias vezes  como varias figuras históricas, é também considerado um dos Chohans dos Sete Raios. Os chohans, senhores, ou mestres dos sete raios, estão relacionados com a evolução no plano físico cósmico, e trabalham em plena harmonia entre si para a execução o Plano Divino. Para a Sociedade Teosófica Saint Germain é o mestre ascenso do sétimo raio que emana a chama violeta (é considerada a mais poderosa força espiritual presente no planeta nos dias actuais), é uma energia de desimpedimento, um fogo sagrado e luz de intenso brilho que produz a queima dos karmas. 

Paz e Luz!