De acordo com a tradição védica, o mantra chidananda é dedicado ao Senhor Shiva. Shiva é a faceta da consciência do Divino e o libertador final dos apegos e ilusões.
Chitt significa o sentido ou a mente, e Ananda significa felicidade.
Esta frase pode ser traduzida como a mente consciente imersa em total felicidade.

A Letra

Chidananda roopah shivoham shivoham
Manobuddhi ahamkara chita ni naham
Nachashotre jiv-hey nachaghrana netre
Nacha vioma bhoomir na tejoe na vayu
Chidananda roopah shivoham shivoham
Nachaprana saugno na vã puncha vayu
Navah sapto dhatoo navaa puncha koshah
Na waak pani paadam nachapasta paayu
Chidananda roopah shivoham shivoham
Na me dvãsha rago na me lobha mo-hoe
Mado naiva me naiva matsarya bhava
Na dharmo na chartoe na kaamo na Moksha
Chidananda roopah shivoham shivoham
Na punyam na paapam na saukyum na dhukham
Na mantro na tirtham name daa na yug na ha
Aham bhoja namnaiva bhojyam na bhokta
Chidananda roopah shivoham shivoham
Na mrootyur na shanka na me jaati bheda
Pita naiva me naiva maata na janma
Na bandhur na mitram gurunaiva shishya
Chidananda roopah shivoham shivoham
Aham nirvekalpo nirakaara roopo
Vibureviapya sarvatra sarvendriyani
Sadame samatvah na muktir na bandha
Chidananda roopah shivoham shivoham


Significado do Mantra Chidananda

Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva
Eu não sou a mente, intelecto, ego ou re-consciência. 
Eu não sou ouvidos, língua, nariz ou olhos (os cinco sentidos)
Eu não sou espaço, terra, fogo ou o vento.
Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva
Eu não estou respirando ar ou poder.
Os sete metais, nem os cinco revestimentos  
não sou fala, mãos, pés nem o reto.
Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva
Eu não sou inveja, raiva, nem desejo, nem desejo, nem atracão.
Eu não sou arrogância nem orgulho nem religião,
nem dever de saúde (dharma), luxúria nem libertação (moksha).
Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva
Eu não sou uma virtude, vício, pecado, alegria nem tristeza.
Eu não sou um mantra, peregrinação, oferenda, nem fogo ritual.
Eu não sou comida, nem quem come, nem quem come.
Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva
Eu não sou morte, dúvida, nem discriminação de elenco.
Eu não sou pai, mãe ou nascimento.
Eu não sou um irmão, nem amigo, nem guru, nem aspirante.
Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva
Eu estou além do conceito, além da forma.
Eu sou todo impregnante em todos os sentidos.
Eu vejo igualdade em todas as coisas; Eu não sou libertado nem escravizado.
Eu sou a felicidade eterna; Eu sou Shiva

Paz e Luz!