Representado pela flor de lótus: vermelha com quatro pétalas. Muladhara (sânscrito), é o primeiro centro de energia, o chakra número um – o da raiz. Localizado na base da coluna, este chakra remete-nos à segurança, ao sentimento de “pés assentes no chão”. A mãe terra é o seu arquétipo. tendo como desafio principal e central de activação: vivência consciente no plano material que é o mundo em que vivemos.

Como perceber quando o chakra Muladhara está em equilíbrio?

Sentimentos de estabilidade e de um certo “controle”, tomarão conta de si. Desejos de crescimento a vários níveis da sua vida, poderão também ser marcantes, e com isso uma motivação extra será notada em si e por si. A vontade de querer ultrapassar os obstáculos, que naturalmente surgirão, será maior – consequentemente, não terá receio de eventuais dificuldades ou desafios que possam parecer um risco.

Quanto mais profundas forem as nossas raízes, mais alto poderemos chegar

Que sinais identificar do desequilíbrio do chakra Muladhara?

Sentimentos e estados de espírito como o medo, a insegurança ou a ansiedade serão mais notórias em si e na forma como vê, encara e lida com situações relacionadas ao quotidiano. Poderá não saber lidar com tudo que exija de si uma mudança – sair da zona de conforto, não será nunca uma primeira opção. Quando se identifica um bloqueio neste chakra, percebe-se também uma desmotivação e uma falta de auto-estima associadas. O cansaço físico generalizado também é sentido e problemas relacionados aos membros inferiores (pernas), podem surgir.

Algumas dicas que poderão ajudar a equilibrar o chakra Muladhara.

✓Pratique exercício físico com regularidade de preferência sempre em contacto com a natureza.
✓ Faça uso de cristais como quartzo esfumado, obsidiana ou jaspe vermelha.
✓ Adicione óleos essenciais como o sândalo, rosa, jasmim ou cravo a rituais de bem-estar (banhos, aromatizadores, óleos corporais, etc).
✓ Medite ao som de LAM.
✓ Repita mantras ou afirmações positivas.
✓ Tenha uma alimentação rica em alimentos que cresçam no subsolo.

Paz e Luz!